Projectos - Qualify

A AIDA – Associação Industrial do Distrito de Aveiro encontra-se a dinamizar o projecto Qualify que visa reforçar a capacitação empresarial das PME para o desenvolvimento de processos, bens e serviços diferenciados, por via da qualificação e informação, de modo a que actuem de forma sustentável, afirmando-se dinâmica e competitivamente nos mercados.

Da análise SWOT efectuada ao tecido empresarial verifica-se que uma das fraquezas é a deficiente e/ou insuficiente informação/formação dos empresários e a existência de gestores com fraca apetência/capacidade para trabalhar em equipa.

A estas fraquezas acresce a ameaça relacionada com a insuficiente/deficiente capacidade em gerir a informação, verificando-se porém a existência de uma oportunidade relacionada com a aposta em redes de cooperação e coopetição interempresarial e interinstitucional, razão pela qual a AIDA irá promover o projecto Qualify. 

Importa salientar que, face às disparidades regionais existentes relativamente ao acesso à informação, qualificação e capacitação, procurar-se-á nas ações que impliquem a participação directa das empresas descentralizar algumas delas, nomeadamente as sessões de trabalho, eventos, meetings e ações de networking realizando-as nos concelhos mais a norte das regiões de abrangência do projecto (duas NUTS II), nomeadamente em Vale de Cambra, Santa Maria da Feira, Oliveira de Azeméis, S. João da Madeira.

Assim e considerando que o bem-fazer e a qualidade dos produtos e serviços não são por si só garantia de viabilidade de projectos empresariais torna-se necessário criar instrumentos comuns de suporte ao exercício da actividade económica, potenciando a competitividade das empresas pela via de uma melhor e maior informação o que será concretizado através das seguintes acções:

Actividade 1- ACÇÕES DE IDENTIFICAÇÃO E SENSIBILIZAÇÃO PARA OS FACTORES CRÍTICOS DE COMPETITIVIDADE, EM PARTICULAR NO DOMÍNIO DA INOVAÇÃO:

Acção 1.1 - Sustentabilidade Empresarial – Inovar para Competir

Acção 1.2 - Especialistas em Acção para uma Gestão Sustentável 

Relatório síntese da 1ª Sessão Informativa “Sustentabilidade Empresarial” realizado em V. Cambra a 17 Fevereiro 2017.

Relatório síntese da 2ª Sessão Informativa “Sustentabilidade e Consumo” que decorreu nas instalações da AIDA a 15 Março 2017.

Relatório síntese da 3ª Sessão Informativa “ECO-INOVAÇÃO Uma abordagem diferenciadora” que decorreu nos Paços do Concelho em Águeda, a 12 Abril 2017.

Relatório Síntese da 4ª Sessão informativa “Eco-Design – Criatividade Sustentável nas Empresas que decorreu a 7 Junho 2017, nas instalações da Torre da OLIVA, em S.J.Madeira.

Guia Metodológico para a Sustentabilidade Empresarial.

Acção 1.3 - Espaço Digital de Conhecimento para a Sustentabilidade

Qualify -Espaço Digital (Roadmap Entidades Sustentabilidade)

Acção 1.4 - Congresso Internacional de Negócios

Acção 1.5 - Networking ao Pequeno-almoço

 

Actividade 2- PROMOÇÃO DE PRÁTICAS DE COOPERAÇÃO E COOPETIÇÃO ENTRE PME:

Ação 2.1 - New Generation Open Quality

Ação 2.2 - Desenvolvimento de plataforma de software em open source, New Generation Open Quality

Ação 2.3 – Meetings de Cooperação e Coopetição entre PME

 

Actividade 3 - PROMOÇÃO DE INICIATIVAS QUE POTENCIEM A OBTENÇÃO DE INFORMAÇÃO ECONÓMICA

Ação 3.1 – Plataforma de Informação e Observatório Económico do Distrito de Aveiro

Ação 3.2 - Guia de Apoio ao Investidor

Acção 3.3 – Manuais sobre Negócios e Cultura com os mercados do Senegal, Perú e Cuba

Acção 3.4 - Manual de Orientação para uma Gestão Sustentável

Acção 3.5 – Identificação gráfica do projeto

Acção 3.6 – Revista Informativa INFOAIDA

Acção 3.7 – Newsletters Informativas

Acção 3.8 – Seminário de Disseminação

Acção 3.9 – Gestão e Monitorização

 

Será ainda fomentada a inserção de PME em redes de comunicação e conhecimento que permitam não só partilhar experiências como identificar possibilidades de parceria que permitam ganhar escala e capacidade negocial.

Pretende-se promover nas PME a integração da coopetição, enquanto relação simultânea de cooperação e competição entre pessoas e empresas, fomentando o trabalho em conjunto com benefícios para ambas as partes. 

A rede de parcerias que se incentivará ao promover as práticas de cooperação e coopetição será decisiva para a dinamização de oportunidades de negócio, bem como para a promoção da transferência de conhecimento e tecnologia para o mercado e economia, empreendedorismo e captação de financiamento e investimento.

No final do projecto pretende-se que as PME estejam melhor informadas e preparadas para dar resposta às solicitações colocadas à sua actividade, por meio da aplicação dos conhecimentos detidos, os quais propiciarão uma maior autonomia e flexibilidade ao nível da gestão.

Pretende-se, pois, que a capacitação de PME seja interiorizada pelas organizações como um efectivo recurso estratégico para a modernização da economia portuguesa, contribuindo para a sua competitividade.

O mesmo se pretende em termos de certificação das PME considerando que de acordo com o “ISO survey of certifications de 2014” existem cerca de 7 292 empresas portuguesas certificadas em conformidade com a ISO 9001:2008, das quais, cerca de 50% correspondem ao sector secundário (indústria).

Sublinhe-se que as normas internacionais e o seu uso em regulamentos técnicos sobre produtos, serviços e métodos de produção desempenham um papel importante na facilitação do comércio e desenvolvimento sustentável através da promoção da segurança, qualidade e compatibilidade técnica.

Os benefícios obtidos são evidentes e significativos, concretamente pelo aumento da competitividade, como veículo de transferência de tecnologia e na proteção dos consumidores, da saúde e do ambiente.

As normas podem ser globalmente divididas em três categorias - produto, processo e sistemas de gestão.

Neste contexto as empresas terão até 2018 para procederem à transição dos seus sistemas de gestão da qualidade para o novo referencial (ISO 9001:2015), devendo contextualizar esta transição como uma oportunidade para “mexer” com práticas e métodos cristalizados e adoptarem ferramentas de TI, que possibilitem a maximização da geração e valor de competitividade que um Sistema de Gestão da Qualidade deve proporcionar.

Em resumo, o projecto encontra-se alinhado com os projetos de qualificação de PME enquadrados no RECI e permitirá pela via das actividades propostas, reforçar a capacitação empresarial das PME através da inovação organizacional, aplicando novos métodos e processos organizacionais, incrementando a flexibilidade e a capacidade de resposta no mercado global, com recurso a investimentos imateriais na área da competitividade, acrescida da implementação de procedimentos que visem a certificação no âmbito da qualidade.

O projecto QUALIFY teve inicio a 1 de Janeiro 2016 e terminará a 31 de Dezembro de 2017, é cofinanciado pelo COMPETE 2020, Portugal 2020 e União Europeia através do Fundo Europeu de Desenvolvimento Regional.

É financiado pelo Portugal 2020, no âmbito do Programa Operacional Competitividade e Internacionalização, no montante de 671 227,38 euros, dos quais 570 543,27 euros são provenientes do Fundo Europeu de Desenvolvimento Regional.

Para mais informações contacte o GCI da AIDA, Celeste Claro c.claro@aida.pt  Tel: 234 302 497